quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Fotografia Sofia Sousa
Photography Sofia Sousa

Estes últimos dias foram caóticos. Tive tanto para fazer e tanto na minha mente que acabei por usar toda a minha energia para lidar com essas situações.
Às vezes precisamos de uma pausa para reiniciar a mente e pôr os pensamentos em ordem.
Falando em pôr pensamentos em ordem, tenho tantas fotografias que quero partilhar com vocês, fotografias essas que estão perdidas em pastas no meu computador e que tenho que organizar e decidir como e quando publicá-las.
Numa entrevista para o blog da Vânia, falei de como estava saturada da forma como publicava as fotografias de outfit e, é por isso, que decidi mudar um bocadinho a forma de escrever e pensar esse tipo de publicações. Essa é a razão porque demoro mais tempo a publicar.
A verdade é que se não tenho uma publicação com qualidade e com a qual esteja satisfeita, prefiro não publicar.
Este é o meu estado de espírito para as próximas publicações e prometo organizar tudo para publicar com mais frequência.
Espero que me acompanhem desse lado

//
These last few days have been crazy. I had so much to do and so much on my mind that I ended up using all my energy in dealing with these situations.
Sometimes we need a little break to reset our mind and put thoughts in order.
Talking about putting things in order, I have so many pictures to share with you, pictures that are wandering around the folders in my computer and that I have to organize and decide how and when do I want to publish them.
At an interview I talked about how I got bored about the way I was publishing outfit pictures and now I plan the whole post around an idea and concept, that's why sometimes it takes a little bit more time to publish anything. If I don't have something with quality and that I'm satisfied with, I prefer to not post at all.
This is my mind set for the next publications and I promise (for real) that I'll organize everything so I can post more frequently.
Hope you stay by my side.

M.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016





Calças: Zara / Camisa: Zara / Sapatos: Gamiss / Óculos: Ray-Ban
Pants: Zara / Shirt: Zara / Shoes: Gamiss / Sunglasses: Ray-Ban

Calças à boca de sino.
Esta expressão assustava-me sempre que alguém a mencionava durante a grande tendência das calças justas em 2000.
Lembro-me de usar calças à boca de sino quando era miúda e não tinha poder de escolha sobre o que vestia porque era a minha mãe que comprava as roupas todas.
Sempre que penso nelas, associo-as aos anos 70. Há muita coisa que correu mal nos anos 70 em termos de moda, este artigo é só uma pequena prova disso, mas as calças à boca de sino não fazem parte dessa lista. São peculiares mas quando usadas da forma certa são elegantes e têm um fator cool.
Como sempre, aposto numa combinação branco e preto mesmo quando falo em usar folhos duplos. Espero que gostem.

//Bell bottoms. I remember being scared of this word every time anyone mentioned during the big skinny jeans trend of middle 2000. 
I wore bell bottoms when I was younger and couldn't really choose what I was going to wear because my mom bought all my clothes.
I immediately connect them with 70's and there are a lot of things that went wrong in the 70's and this article is just one proof of it, but bell bottoms wasn't one of them.
They're quirky but worn well they can be elegant and be the ultimate cool fashion staple.
As always, a black and white combo are my go-to color mix even when I'm talking in wearing a double ruffle. Hope you like it.


M.


domingo, 16 de outubro de 2016


Sapatos: Gamiss | Camisa: Ana Graça | Óculos: Ray Ban
Shoes: Gamiss | Shirt: Ana Graça | Sunglasses: Ray Ban

Este ano foi a primeira vez que fui ao Portugal Fashion. Já queria ir há tanto tempo e nunca consegui, agora que estou pelo Porto não podia deixar escapar esta oportunidade, espero conseguir contar-vos tudo nas próximas publicações. 

Penso muitas vezes sobre o tópico "novidade na moda", existe tanta partilha em massa que a moda chegou a um estado de saturação e, para mim, algumas das coleções apresentadas nas últimas semanas da moda não me parecem nem contemporâneas nem entusiasmantes. Luto para não me sentir aborrecida quando visto a mesma camisola que tenho há 10 anos e, na minha opinião, a frescura na moda está em encontrar novas formas de vestir aquela peça de roupa que sempre vesti durante imenso tempo.
Essa é a explicação para este look semi desportivo meets camisa maxi. Espero que gostem. 

//T his year was the first time I went to Portugal Fashion. I wanted to go for so long and I've never been able to do it, now that I live in Oporto I could not let this opportunity escape. 

The topic of freshness in fashion is something that I think a lot, there's so much oversharing that fashion as arrived a state of saturation and for me there are collections presented in the latest fashion weeks that don't feel new anymore. I fight against feeling bored when dressing the same shirt everyday and, in my opinion, freshness comes in finding new ways to style that piece of clothing you always wore the same way your entire life. 
That's the explanation for this semi sporty meets oversized shirt look, hope you like it. 

M.

terça-feira, 11 de outubro de 2016



Fotografia Fashion Mask
Photography Fashion Mask
Sapatos e Colete: Gamiss / Camisa: Springfield
Shoes and Vest: Gamiss / Camisa: Springfield

Há algum tempo atrás, li este artigo chamado "The Art of Dressing Like a Boy" na revista Lone Wolf e lembro-me que gostei tanto que partilhei nas redes sociais.
A verdade é que menswear inspira-me diariamente, alguns dizem que é aborrecido, mas a magia está nos detalhes, nos cortes e nos materiais utilizados. Adoro utilizar estes detalhes como inspiração sempre que me visto. Acabando por parecer uma maria-rapaz. 

Como diz o artigo "It is no longer the unsophisticated look of your girlhood; the adult tomboy of today has crossed over from renouncing female fashion, to embracing it whole heartedly. But more than that, women have embraced the idea of dressing like a tomboy the way you would embrace any full-fledged life-style, with it’s philosophy of comfort over frills, and strength over fragility. It’s as if to say, I’m free to move, I’m comfortable, now try and stop me. The modern day tomboy is a powerful woman comfortable in her own skin"

//
Some time ago, I read this article called "The Art Of Dressing Like a Boy" at Lone Wolf Mag and I liked it so much I decided to share it on social media. 
The truth is menswear inspires me daily, some might call it boring, but the magic in menswear is in the details, the cuts and the fabrics. I love to take these inspirations and portray them in the way I dress, sometimes ending up looking like a tomboy. 

"It is no longer the unsophisticated look of your girlhood; the adult tomboy of today has crossed over from renouncing female fashion, to embracing it whole heartedly. But more than that, women have embraced the idea of dressing like a tomboy the way you would embrace any full-fledged life-style, with it’s philosophy of comfort over frills, and strength over fragility. It’s as if to say, I’m free to move, I’m comfortable, now try and stop me. The modern day tomboy is a powerful woman comfortable in her own skin"

My take on the modern day tomboy, hope you like it! 
M.

quinta-feira, 6 de outubro de 2016


Calças: Zara | Camisa: Springfield | Sapatos: Gamiss | Óculos: Ray Ban
Pants: Zara | Shirt: Springfield | Shoes: Gamiss | Sunglasses: Ray Ban

//O branco sempre foi uma cor que adorei, ao lado do preto é uma daquelas cores neutras que uso quase todos os dias. Um look todo branco pode parecer arriscado, mas era assim que me estava a sentir nesse dia. Segura a arriscar, isto porque estava na minha cidade e porque estas fotos foram tiradas pela minha mãe (obrigada mãe!) e porque sei que posso usar o que quiser e os meus pais nem vão olhar duas vezes. 
"Segura". Às vezes penso nisso, como nos últimos anos tenho andado a vaguear por várias cidades e vários países, sem nunca me preocupar com o sair da minha zona de conforto. Mas, às vezes, sabe tão bem voltar à nossa zona de conforto, a casa e não ter que me preocupar com nada. É isso que este outfit representa: sem preocupações. 

//White was always a color I loved, next to black is one of those neutral colors that I choose almost everyday. I know that an all white look is a bit risky, but that's what I was feeling that day. Safe in my "boldness", because I was in my hometown and these photos were taken by mom (thanks mom!), because I know that I can dress whatever I want and my parents won't even blink once and that's an amazing feeling. 
"Safe", I've been wondering about that, if I think about my last years, I've been wandering around different cities and different countries never worrying about getting out of my comfort zone. 
But, sometimes, it feels so good to go back to your comfort zone, to your home and not having to worry about anything. This outfit represents that: no worries. 

M.


domingo, 2 de outubro de 2016

Alexandra Moura x Wonderland Magazine

//Se eu perguntasse qual é o vosso designer Português favorito, o que é que me responderiam?
A minha resposta é a mesma desde que soube que queria estudar design de moda: Alexandra Moura. Porquê? Porque para mim é uma das designers mais inovadoras e experimentais no panorama do design nacional.
Portanto, foi um prazer enorme trabalhar na organização da apresentação Alexandra Moura Primavera Verão 2017 em colaboração com a conceituada revista britânica Wonderland. Estas são algumas fotografias que tirei dessa noite que vou relembrar para sempre no meu coração. 

Post Scriptum. Entristece-me quando com tantos grandes designers nacionais por vezes ainda preferimos aplaudir o trabalho internacional. Não à timidez, elogiem o que gostam, viva o design português. 

//If I would ask you which is your favourite Portuguese designer, what would your answer be?
Mine is the same since I've known I wanted to study Fashion Design: Alexandra Moura. Why? Because for me it's one of the most innovative and experimental designers we have in the national design panorama. 
So it was an ultimate pleasure to be working at Alexandra Moura's SS17 Presentation in collaboration with conceited Wonderland Magazine during London Fashion Week. These are some pictures from that night which I will treasure forever in my heart. 

Post Scriptum. It's sad to see that we have so many great designers and still most of the times we choose to praise the international work instead of looking for what we are doing well in our country. Don't be shy, praise what you love, cheers to Portuguese design. 
M.